Total de visualizações de página

terça-feira, 31 de maio de 2011

FALTA ALGO.


                                              
A mente vazia!
Como a folha branca,
Que espera ser maculada por minha inspiração.
E essa, me foge totalmente...
Há muito o que dizer:
Dos meus temores, amores e dores
Mas o coração está com as portas fechadas,
As janelas cerradas,
As batidas caladas.
Insisto em gritar o que me cala o peito,
Quero contar das causas dos meus risos e prantos
Por todos os cantos,
De qualquer jeito!
Não... De qualquer jeito não!
De mansinho como a borboleta pousa na flor,
Dela extraindo o pólen de maneira suave...
...
                                                                          Marly Bastos

5 comentários:

  1. Olá Marly
    Tem hora que a inspiração abandona o poeta, e ele se inquieta na vontade de expressar-se.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Seu poema ficou lindo, Marly.
    A falta de inspiração do poeta foi sua inspiração.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. oi minha linda,

    a falta de inspiração,
    sempre é inspiradora pra você...

    adorei amiga!
    beijinhos e saudades

    ResponderExcluir
  4. Amei! Muito lindo!
    Abraços,
    Jorge.
    Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  5. Nem sempre a inspiracao é fonte, às vezes é fome também.

    Um junho cheio de inspiracao e amor pra você, querida!

    ResponderExcluir

Se leu-me até aqui, deixe uma palavreseadinha aqui [blogueiros adoram comentários rsrs]