Total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

AMEI-TE MAIS QUE A MIM!

                                                     Imagem da WEB

Dei-te os meus dias, e desde sempre fui sua. 
Quis-te com a serenidade de uma chuva de verão, 
E satisfiz-te em todos os desejos que ousou pensar. 
Nas horas turbulentas, ouvi-te calada, aflita, pronta a fazer-me colo, 
E nessas horas conheci tuas impossibilidades. 
Assim, fiz-me teus sonhos, e sonhei tuas vontades. 
Amei-te mais que a mim...·. 

Desprezando a voz da razão, amei-te mais do que pude, e menos do que queria... 
Porém, de nada valeu a ti o meu querer, 
Pois migraste para outro coração. Se é que um dia pousaste no meu... 
Só eu amei e bem mais que a mim. 

Sangra-me o coração, e a saudade mata-o aos poucos. Dele se esvai o viver [pleno]. 
Hoje, sei que fiz do ermo um paraíso, sobre o abismo fiz nuvens, 
E no espaço vazio escrevi-te as mais doces poesias! 
Nessas demonstrei o que de mais precioso existe no meu ser: 
A maneira incondicional de te amar mais do que a mim. 

Minha vida boceja nas horas que não passam... Ah! Tempo preguiçoso! 
Sinto-me seca como um manancial que somente alimentou, 
Sem receber nenhuma provisão.
 E meus olhos são janelas vazias, sem reflexo, 
Por onde entra uma chuva fina, temporã, lavando a alma. 
As lavas explosivas de outrora, agora são borralho e cinzas apenas. 
Ponho-me em total desamor e a tristeza que fica, 
Parece-me muito maior do que o amor que eu amei sozinha 

Marly Bastos 

18 comentários:

  1. Putz! LINDO DEMAIS!
    Um beijo

    ( Juro que falei seu nome na cadência das ondas - impossível visitar o mar e não lembrar de Mar ly) rs
    Só você mesmo! Outro beijo

    ResponderExcluir
  2. Marly, certamente a triteza que fica sempre parece bem maior que o amor acontecido.
    Beijos doces com carinho
    Manoel

    ResponderExcluir
  3. Quando as cinzas enfim se acalmam podemos sentir o que ficou e que esta por vir! Maravilhosa poesia, abraços

    ResponderExcluir
  4. oi minha amiga,

    só descordo de uma coisa,
    o amor nunca é um sentimento sozinho,
    a gente sempre ama e alguém está amando junto,
    pode não ser na mesma direção...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Gosto da forma como vc articula as palavras em seus texto, Marly, mas amar assim parece-me perigoso... já fiz isso e me dei mal.

    um bjo, querida.

    ResponderExcluir
  6. Sua poesia é um encanto perfeito, cheia de ternura apesar de triste, adorei o seu delinear poético. Parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  7. Maravilhosa conjugação de palavras Marly! Nem tudo é perfeito na vida...
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo, Margoh! E muito triste também.

    ): Bjsssssss.
    Leninha

    ResponderExcluir
  9. Oi Marly
    Obrigada pelas palavras carinhosas em meu blog. Nossa que poesia maravilhosa. Triste, mas maravilhosa, tem que ser degustada lentamente, verso por verso. Toda pessoa que ama despreza a voz da razão, não tem jeito kkkkk. Adorei!
    Bjão queridona! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  10. Um texto triste poetisa, mas de uma sensibilidade admirável. Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi Lili,

    Tudo bem? Lindo! Já amei ao extremo e hoje estou blindada para me amar primeiro, pois esse é o caminho para ser feliz e proporcionar felicidade. Não tenho medo de ser amante da razão, pois não quero papel de mulher satélite.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Esse 'tempo preguiçoso' foi demais!

    Marly, minha BeN-e-Dita linda!!!!


    Grata sempre!
    bjsMeus
    Catita

    ResponderExcluir
  13. Nem vou dizer nada simplesmente amei...

    ResponderExcluir
  14. Amor só serve por inteiro, é preciso duas metades para fazer um todo. Lindoooooo, Marly querida. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Minha querida

    Amar sózinha, amar por dois dói demais e por vezes deixamos de ser a pessoa que éramos para satisfazer os desejos e sonhar os sonhos do outro e os nossos ficam na gaveta.
    Como sei do que falas no teu belo poema.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir

  16. Olá querida,

    Ler você é sempre um prazer. Você é divina com as palavras.
    Amar mais que a nós próprias é, sem dúvida, uma estrada que levará a algum vazio e dor.

    LINDO DEMAIS!.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Olá, Marly.
    Poema tão lindo quanto triste, esse.
    Ninguém merece amar uma pessoa com todas as suas forças e não ser correspondido, mas é o tipo de coisa que acontece sem que se possa controlar.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Se leu-me até aqui, deixe uma palavreseadinha aqui [blogueiros adoram comentários rsrs]