Total de visualizações de página

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

TÃO COISINHA, MAS TÃO MINHA!


Lembro-me dos seus primeiros movimentos em meu ventre,
De como ficava alegre quando ouvia me conversar com você,
Eu dizia:”Oi pessoinha aí de dentro, eu te amo incondicionalmente!”
E parecia que você entendia isso, pois mexia alegre no seu aconchego.
Ahhhh! Tenho que falar da sua carinha inchada e  vermelhinha,
Parecendo mesmo o joelho de um ex-gordo,
Mas que me embeveceu e me fez apaixonar imediatamente.
Tão coisinha, mas tão minha!
Muitos anos se passaram (não quero dizer que você esteja velha)
E hoje, paro e noto que você se tornou uma linda mulher
Cheia de defeitos e qualidades, mas, muito gente, muito “fofa”!
Os anos voaram!
Você se tornou quase a minha cópia:
Bem humorada, franca, autoritária, fiel, emotiva e ciumenta!
Observando-te com cuidado, reparei no seu jeito quase meu
De empinar o nariz quando está insegura,
De balançar a cabeça quando quer fazer charme,
De mexer nos cabelos quando quer parecer “to nem aí”,
De se meter na vida dos outros e querer consertar o mundo
(isso é característica só sua, eu não sou xereta)
De esparramar-se no sofá e contar sobre o seu dia
Com olhos brilhantes e matreiros,
De dizer: "Estou apaixonada!", para pouco depois constatar que era engano,
De pedir sem querer ser pidona (mas é).
De defender sua família com dentes e unhas
(simbólico, pois você as rói desde que seus dentes nasceram)
E até se sensibilizar e deprimir com as injustiças que vê...
Vixe! Sinto-me tremendamente orgulhosa de ter sido escolhida
Para gerar você, em um momento de amor.
Valeu cada noite de sono que passei acordada cuidando de uma febre,
Uma dor de garganta, um resfriado, ou mesmo uma manha...
Ainda, continuarei perdendo meu sono enquanto não chegar das baladas.
Sinto-me vaca no pasto, lambendo a cria quando chega manhosa e diz:
“Quero minha mãe!”
E no meu colo chora suas mágoas, suas dores e desamores.
E impotente eu vou soprando as feridas, vou recolhendo as lágrimas.
Apaixono-me cada dia mais pela moça afoita,
Que pensa que sabe “quase tudo” da vida.
A cada dia que passa me descubro em você. E te descubro em mim!
Deus confiou a mim, você tesouro sem igual, para te cuidar, amar e educar!
Creio que Ele esteja alegre pelo que pude fazer,
Pois sei que você é uma pessoa íntegra e batalhadora.
Você é especial e nunca permita que alguém te diga o contrário,
Deus escolheu você entre milhões para estar aqui!
Você é um maravilhoso presente que Deus me deu,
E em cada aniversário seu, eu me sinto de novo homenageada pela vida!
Filha não deixe nunca nenhuma nuvem esconder
O brilho que clareia os teus olhos
Nem a alegria que parte da tua alma.
Toda felicidade do mundo ainda é pouco perto do que te desejo...
Amo-te para sempre!
Mamy Bastos


24 comentários:

  1. Marly, que declaração belíssima de amor,amizade, admiração.
    Uma cumplicidade amiga, materna, sensível.
    parabéns às duas: mãe e filha.
    E que maravilha que sua cria herdou o brilho da mãe!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Marly,

    parabens pela homenagem, mais ainda pela filha! Que filha...

    Um abraco!

    ResponderExcluir
  3. Linda dedicatória para sua maravilhosa e linda filha. Não há palavras suficientes para descrever nossos sentimentos para com os nossos, mas Marly, vc o fez mt bem, adorei,
    Sua filha deve estar orgulhosa da mãe que tem.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olha a Mamã babadinha de todo a falar da sua filha bem linda!!
    Só podia dar assim um post bonito... como a foto dela!!
    Parabéns às duas.
    Beijinhos para ti...

    ResponderExcluir
  5. Marly,
    Ela é linda! E pela sua descrição, também é poderosa.
    Parabéns a ela e a você, super mãe!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Marly, mãezona querida. Primeiro, parabéns pelo aniversário dessa moça linda. Depois, parabéns à você pela maravilha de texto. Fui lendo devagar e saboreando suas emoções. Quando dei por mim, estava quase "enfartando" (rs...rs) de emoção. Muito linda a descrição de seu amor pela "filhota" do coração.
    Um beijo super carinhoso.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  7. oi Marly,

    linda homenagem,
    para uma filha linda...
    parabéns!!!
    filhos são mesmo nosso melhor
    presente...
    cuido dos meus como
    a galinha cuida dos pintinhos,
    como diz meu marido...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Marly,

    E eu vou falar o que?.........rs
    Que belezura você tem em casa.....Parabéns.

    bjos procê e pra ela.

    ResponderExcluir
  9. Meu Deus fiquei sem fôlego, sem enxergar, as lágrimas tamparam tudo, quase não consigo terminar de ler, imagino então a sua coisinha tão sua.

    Marly,
    ler isso é quase retornar ao ventre e de lasentir tudo. Aff, mamãe pegou pesado no amor heim? E Deus no presente.

    Beijo nas duas.

    Adorei que você gostou da missão do Tide, vc vai ver que delícia que é puxar as memórias através das músicas.

    Ecléticas somos nós né? Viu meu estilo de não ter estilo?

    ResponderExcluir
  10. "Creio piamente na divindade de tua pélvis" (Benno Asmman)

    Amor de mãe, puro, dolorido, indiscutível em suas variáveis. Incondicional e doador...

    Parabéns pela graça.
    Também sou abençoada.

    Seu texto está lindo!
    Merecida homenagem prá sua filha, também muito linda.

    ResponderExcluir
  11. Minha bochechinha rosada !
    Sempre estive certa quando digo que vc é linda!Por isso que tens essa filha tão tua cópia...
    Vc fez a maior declaração de amor que se tem por um filho.Emocionante demais ler esse texto que resultará no maior presente revelação que vc pode dar prá ela até hj.
    Bjs minha linda menina!Mãe de uma belissima menina!
    Abçs paras as duas!

    ResponderExcluir
  12. Digo sem medo de errar. Grande mãe, grande filha. Linda mãe, linda filha. Legal ver esse amor. Gosteeeeiii demais. Parabéns, xexudinha. Beijão

    ResponderExcluir
  13. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Flores no Jardim. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Jesus! Que coisa mais linda, MArly... Fiquei com os olhos cheios d'água!
    Que amor lindo!

    Querida, tem um "presentinho" p/ vc lá no blog: http://blogfeminicesecia.blogspot.com/2011/11/corrente-dos-blogs.html

    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Esse amor de que você fala no texto é dos mais lindos e perfeitos que há no universo. Desta vez você conseguiu o impossível, superar sua excelentes postagens anteriores. Beijos e bom final de semana.

    http://tendadaspalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Marly querida,

    Teu texto?poema,é a mais bela declaração de amor que já li.E tua filha deve ser a tua mais bela criação.Linda como a mãe e com todo o seu brilho,no olhar e nas atitudes.
    Parabéns às duas.
    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  17. MARLY,

    se você chama este tremendo monumento à beleza que é a sua filha de "coisinha" , um dia se viesse a me conhecer, certamente iria precisar usar um potente telescópio para identificar minha presença.

    Parabéns pela obra, parabéns pelo fruto do vosso frente.

    Nossa! KKKKK

    Um abração carioca

    ResponderExcluir
  18. Ai, menina do meu coração, eu já te disse: quem herda não furta :) A copia somente pode ser tão linda e fofinha se há um original como você. O seu amor é o mais belo que uma pessoa pode guardar: o amor duma mãe.
    Beijos distribuidos pelas duas

    ps. E ainda você contou as minhas linhas...jjjj...!!! A princípio eu não savia de que me falava.:) No meu computador são dois...a sua tela é muito pequena...é isso!
    Mais beijos...

    ResponderExcluir
  19. Sua filha é linda! E sua emoção ao falar sobre ela é encantadora. Que bom ter herdado esse seu jeito sincero e cheio de vida! Você canta sentimento em tudo que escreve e, certamente, passou a ela a necessidade de se apreciar a vida, nos altos e nos baixos.
    Parabéns!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Linda homenagem,um reconhecer-se feliz por ter construído uma relação verdadeira.
    Belo texto, um presente lindo de feliz natal.

    Parabéns pra vocês.

    Um beijo e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  21. Linda a mãe, linda a filha, linda a declaração de amor maior!

    Parabéns pra ela.

    Beijos, querida.

    Lagriminhas de emoção aqui.

    ResponderExcluir
  22. "o poeta é um fingidor", mas um poeta-mãe doma as palavras, converte-as no seu sangue e fá-las gemer ao som das batidas do seu coração. e a poesia torna-se verdadeira, porque a própria vida.
    belo texto!
    beijinhos para ambas as meninas!

    ResponderExcluir
  23. FILHOTAAAA DA MAMIS20 de novembro de 2011 18:36

    MINHA MAEZINHA E DEMAIS NÉ????? TE AMOOOO, TE AMO, TE AMO, TE AMO, TE AMO, TE AMOOOOOOOOOO!!
    OBRIGADA PELO MELHOR PRESENTES DE TODOS!!!
    (PORQUE É ÚNICO)
    OHHH MÃE EU FUI SUA MUSA INSPIRADORA!!! E VC ESCREVE MUITO MELHOR QUANDO FALA DE MIM...
    KKKKKKKKKKKKKKKK
    =* MUAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  24. Que declaração apaixonada,emocionante! Você conseguiu imprimir o amor e carinho que sente em cada detalhe. Parabéns pela bela criação, bastante nítida em suas palavras. Ah! E lógico, feliz aniversário para a sua filhota! Beeijo!

    ResponderExcluir

Se leu-me até aqui, deixe uma palavreseadinha aqui [blogueiros adoram comentários rsrs]